PROSENSAP

Sistemas de monitoramento, tomada de decisão, recomendação e intervenções para aplicação de fertilizantes em taxa variável e avaliação de indicadores de qualidade em lavouras com o uso de sensores de refletância para plantas e solo

O projeto com esse título foi apresentado à FINEP em resposta à Chamada pública MCT/FINEP/CT-AGRO – Agricultura de Precisão – 01/2008 e logo foi apelidado de PROSENSAP. Foi aprovado e o contrato foi assinado entre as partes no final de 2008. De um lado está a FINEP como concedente e de outro estão a USP/ESALQ como interveniente executora, a empresa Máquinas Agrícolas Jacto S.A.como interveniente co-financiadora e a USP/POLI como co-executora.

O projeto prevê uma série de atividades visando a inserção do conceito de utilização de sensores ativos e de imagens orbitais como indicadores de estresse, especialmente relacionado a adubação nitrogenada, prioritariamente nas culturas da cana-de-açúcar, algodão, trigo e milho e paralelamente avaliar o potencial da utilização de sensores de solo, eletroquímicos e óticos, para a implementação de algoritmos de decisão. Hoje se trabalha para poder gerar indicadores para a automação do diagnóstico ou a viabilização de sensoriamento em tempo real com vistas a adubação, especialmente de nitrogênio, além da correção do solo. Assim, o esforço conjunto da equipe que desenvolve o projeto, tem como objetivo atuar em uma ampla frente de trabalho relacionada com uma série de tipos de sensores e conceitos de sensoriamento aplicados ao manejo de lavouras e integração de informações de diferentes fontes e níveis em sistemas que permitam tomadas de decisão rápida, segura e acessível ao usuário agricultor.

As atividades são divididas em 11 metas físicas multidisciplinares que envolvem experimentação a campo com sensores óticos ativos para gestão da adubação nitrogenada em cana-de-açúcar, algodão, milho e trigo, desenvolvimento de técnicas para sensoriar e georreferenciar falhas em lavouras de cana-de-açúcar, uso de espectrometria de campo para solo, monitoramento de indicadores críticos da adubação a lanço e da intensificação de sistemas de produção, avaliação do comportamento espectral de culturas agrícolas em campo e em imagens orbitais, desenvolvimento de software de apoio à decisão para Agricultura de Precisão e estudos com redes de sensores sem fio para a coleta de dados em tempo real em campo.

O cronograma inicial do projeto era de três anos, mas uma série de fatores, especialmente relacionados a liberações de recursos e importação de equipamentos, causaram atrasos significativos em algumas das tarefas. Gestões tem sido direcionadas para a sua extensão para mais dois anos.

   
 Instalação de sensor óptico ativo para mapeamento de NDVI em Cana-de Açúcar Avaliação de experimento com o sensor óptico ativo. 

 

DOCUMENTOS DO PROJETO:

Reunião PROSENSAP, 11.08.2011

Relatório de Acompanhamento Técnico FINEP - 01

Relatório de Acompanhamento Técnico FINEP - 02

Relatório de Acompanhamento Técnico FINEP - 03

Relatório de Acompanhamento Técnico FINEP - 04


    Responsável: Prof. José P. Molin  jpmolin@usp.br