Projetos de Pesquisa

 2014 -Uso de sensores eletroquímicos e de reflectância (Vis-NIR) para a quantificação de atributos químicos e físicos do solo em movimento no campo

Resumo: A investigação da variabilidade espacial de atributos do solo deve ser feita com alta densidade de coleta de dados. O sensoriamento proximal através da reflectância (VIS-NIR) do solo e a utilização de sensores eletroquímicos têm se mostrado tecnologias promissoras nesta área. Neste sentido, o projeto proposto visa avaliar o potencial de utilização destas tecnologias em solos brasileiros. Inicialmente, o objetivo será comparar a qualidade das leituras obtidas em laboratório com os espectrômetros de reflectância Veris VIS-NIR (Veris Technologies, Salina, Kansas, EUA) e FieldSpec Pro (Analytical Spectral Devices, Boulder, Colorado, EUA), avaliando o seu potencial em prever atributos de fertilidade do solo. Na segunda etapa serão conduzidos experimentos no campo visando gerar variabilidade de pH, P e K. Para captar estas variações serão realizadas leituras em movimento com uma plataforma móvel de coleta de amostras (Veris Mobile Sensor Platform; Veris Technologies, Salina, Kansas, EUA) contendo eletrodos íon seletivos de pH e K. Também serão realizadas leituras de reflectância espectral obtidas em movimento com o equipamento Veris Vis-NIR, buscando utilizar os espectros para gerar equações de predição dos atributos de solo. A etapa final será avaliar a eficiência de aquisição de dados e predição de atributos em movimento de uma plataforma multisensores de solo (PMS). Para isso serão fundidos em uma plataforma única equipamentos contendo sensores de condutividade elétrica, eletrodos íon-seletivos para leituras de pH e K e um espectrômetro Veris Vis-NIR. Espera-se ao final das avaliações indicar o potencial de uso e as limitações da utilização destas ferramentas diretamente no campo.. 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.     

 

2012 - Uso da resistividade elétrica para identificação de variabilidade no solo

Resumo: A caracterização do solo é importante para o estabelecimento de práticas de manejo que permitam obter produções econômicas. As características de capacidade de retenção da água, porosidade, capacidade de troca de cátions e sua granulometria estão interligadas e podem ser utilizadas para definir regiões com maior ou menor potencial produtivo. Amostragens de solo seguidas de análises laboratoriais são os procedimentos utilizados para a caracterização, entretanto, para representar a variabilidade espacial é necessário coletar um elevado número de amostras, tornando o processo técnica e economicamente inviável. A resistividade elétrica do solo é uma propriedade que possui relação com importantes características, como a granulometria, porosidade, densidade e teor de água. Sua mensuração é simples e existem equipamentos desenvolvidos para aplicações na agricultura. Estes equipamentos têm se mostrado úteis na delimitação de regiões com comportamento distinto com relação à resistividade, porém, não tem sido possível identificar as características que estão sendo efetivamente mensuradas. Neste trabalho pretende-se investigar quais os efeitos da granulometria, porosidade e umidade do solo sobre a resistividade elétrica. Será explorado um método utilizando amostras indeformadas de solos distintos, e um equipamento com elevada sensibilidade para a mensuração da resistividade elétrica. Estudos sobre a variabilidade espacial da resistividade ao longo de áreas agrícolas e ao longo do perfil serão realizados para comparação com os métodos atualmente utilizados, onde as mensurações são feitas na superfície do solo.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

 

2012- População variada de híbridos de milho: uma estratégia de gestão em áreas com diferentes potenciais produtivos

Resumo: O projeto visando investigar a produtividade de híbridos de milho submetidos à semeadura em taxas variáveis determinadas com base no histórico de mapas de produtividade e no sensoriamento de solo será conduzido em duas áreas comerciais, localizados no Mato Grosso do Sul e no Paraná, onde serão selecionados talhões e definidas áreas de altas e baixas produtividades a partir do histórico de MP e CE do solo com o objetivo final de testar, nessas áreas com diferentes potenciais produtivos, a resposta de produtividade de diferentes híbridos de milho aà taxas variáveis de semeadura. os objetivos específicos são: a) definir UMD de altos e baixos potenciais produtivos com base na coleção de mapas de produtividade e mapa de condutividade elétrica; b) avaliar as produtividades de milho em função da população de plantas, dos genótipos e das UMD com potenciais produtivos distintos; c) definir o nível de população de plantas ótimo para cada UMD; d) validar a operação de semeadura em taxas variáveis em talhões piloto utilizando como determinantes para tal o histórico de mapas de produtividade e a CE; e) avaliar o rendimento econômico obtido com a semeadura em taxas variáveis em função do número de sementes e da produtividade obtida.

Financiador(es): Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

 

2012- Uso do sensor N-Sensor em algodão

Resumo: O projeto visa estudar o uso do sensor ativo N-SensorTM ALS da empresa Yara- Fertilizantes na cultura do algodão através da investigação da variação espacial da nutrição nitrogenada existente em lavouras de espaçamento convencional e adensado. Os objetivos são: investigar a variabilidade existente dentro de campos comerciais, não irrigados, destinados à produção de algodão; desenvolver uma calibração básica do N-Sensor para algodão investigando o relacionamento entre as leituras do N-Sensor, a biomassa do algodoeiro e a extração de nitrogênio ao longo do ciclo de cultivo; testar e demonstrar a possibilidade da aplicação, em algodoeiro, de nitrogênio e outros insumos, em taxa variável baseada no N-Sensor ; desenvolver um módulo de aplicação do N-Sensor (algoritmo) para aplicação de nitrogênio em taxa variável; estabelecer as bases necessárias ao paro o desenvolvimento de módulos do N-Sensor para aplicação de reguladores de crescimento e desfolhantes em taxa variável.. 

 Financiador(es): Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - Auxílio financeiro.

 

2012/2013- Identificação de Parâmetros de Solo e Planta Determinantes no Manejo Sustentável da Cana-de-açúcar para Energia com Recursos de Agricultura de Precisão

Resumo: A produção de biocombustíveis só se justifica se os seus impactos econômicos e ambientais forem favoráveis, em relação às fontes de energia similar, e se houver benefícios reais para todos os segmentos sociais diretamente envolvidos. Uma das inovações da ciência e tecnologia que deve ser incorporada à produção da cana-de-açúcar é a Agricultura de Precisão (AP): que permite ao produtor entender e controlar com maior precisão a inerente variabilidade espacial encontrada na lavoura visando à obtenção de maior produtividade, retorno econômico e respeito ambiental. Neste contexto, este projeto apresenta como objetivo geral a avaliação das causas da variabilidade espacial e temporal da produtividade da cana-de-açúcar, visando a otimização do manejo agrícola por meio de técnicas de AP, e como objetivo específico identificar os fatores, e suas interações, que mais influenciam a variabilidade espacial da produtividade e qualidade da cana-de-açúcar visando aprimorar modelos de diagnóstico agronômico e nortear o desenvolvimento de sensores, que permitam a determinação "on-the-go”, para complementar o conhecimento científico necessário para estender todo o potencial da AP como ferramenta efetiva de manejo da cultura em escala comercial. Para isso, duas áreas com cultivo de cana-de-açúcar, cada uma com 50 ha, receberão manejo e avaliação de atributos químicos e físicos de solo e nutricionais de planta distintos (uma área com AP e aplicação de fertilizantes a taxa variada e a outra com manejo padrão da usina detentora das duas áreas de produção). Com este projeto de pesquisa procura-se contribuir com o conhecimento técnico/científico sobre a variabilidade espacial da produtividade agrícola da cultura, por meio de: levantamento de dados mais detalhados, que auxiliem no entendimento da resposta da cultura as variações das condições edafo-climáticas dentro dos canaviais, e assim, possa contribuir para a elaboração de novas estratégias de manejo da cultura, visando à verticalização.

 

2010/2012- Decisões na adubação nitrogenada em cana-de-açúcar com o uso de sensor ótico ativo terrestre

Resumo: A agricultura de precisão surge como importante ferramenta, ao utilizar, dentre outros, sensores que possibilitam a adubação em taxa variável e em tempo real. Nesse sentido propõe-se a pesquisa com a finalidade de estudar a viabilidade de se realizar a gestão da adubação nitrogenada em cana-de-açúcar utilizando a tecnologia de sensoriamento com sensores óticos ativos terrestres. Para tanto, serão instalados experimentos em forma de faixas, acompanhados de parcelas para o monitoramento das condições da cultura. Os experimentos serão conduzidos na Usina São Martinho, Pradópolis, SP. As parcelas constarão de sete tratamentos (0, 30, 60, 90, 120, 150, 200 kg ha-1 de N), aplicados em três épocas (20, 50 e 80 dias após o corte), com quatro repetições em blocos ao acaso. Por meio destes será verificado se a época de aplicação interfere na resposta da cultura e se há regressão entre as doses de N e os valores de NDVI (Normalized Difference Vegetetion Index) medidos pelo sensor, além do momento correto de se utilizar o sensor em campo na identificação da necessidade de complementação da adubação nitrogenada nas faixas. Estas, por sua vez, constarão de quatro tratamentos (0, 25 e 50 kg ha-1 de N, além de uma dose adotada pela Usina), com quatro repetições em blocos ao acaso. No momento ideal, identificado nas parcelas, as faixas serão escanceadas com o sensor e será elaborada a recomendação, que será imediatamente aplicada. Os indicadores nas parcelas serão o teor de N nas plantas e a produtividade e nas faixas será mensurada a produtividade e o consumo de N.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

 

2009/2011- Sistemas de monitoramento, tomada de decisão, recomendação e intervenções para aplicação de fertilizantes em taxa variável e avaliação de indicadores de qualidade em lavouras com o uso de sensores de refletância para plantas e solo.

Resumo: O esforço conjunto da equipe que desenvolve o projeto tem como objetivo atuar em uma ampla frente de trabalho relacionada com uma série de tipos de sensores e conceitos de sensoriamento aplicados ao manejo de lavouras e integração de informações de diferentes fontes e níveis em sistemas que permitam tomadas de decisão rápida, segura e acessível ao usuário agricultor. Os objetivos específicos são: - estudar amplamente o potencial de utilização de sensores óticos ativos para sensoriamento remoto próximo visando à decisão para aplicação de fertilizantes nitrogenados em culturas anuais e perenes, bem como a sua utilização específica para monitoramento de lavouras de cana-de-açúcar após o plantio para a mensuração de falhas paralelamente à operação de recobrimento ( quebra-lombo ); - paralelamente desenvolver as mesmas aplicações de sensoriamento remoto por imagens aéreas e orbitais visando à decisão para aplicação de fertilizantes nitrogenados em culturas anuais e perenes; - avaliar o potencial da utilização de sensores de solo, eletroquímicos e óticos, para a implementação de algoritmos de decisão para a aplicação, numa primeira fase, de corretivos de solo, em tempo real ou quase real; - conduzir estudos complementares envolvendo aspectos de qualidade de operações mecanizadas visando o futuro desenvolvimento de sensores para monitoramento de indicadores de qualidade em tempo real; - integrar estudos que abordem o conceito de balanço energético espacializado de sistemas de produção agrícola, contemplando prioritariamente a aplicação variável de insumos; - desenvolver um sistema de apoio a decisão para AP, disponível via web que permita aos usuários ter acesso a dados e a processamentos diversos, auxiliando na quantificação, no entendimento e no gerenciamento da variabilidade espaço-temporal em campo, integrando o conhecimento, os processos e os dados desenvolvidos/obtidos pela equipe do projeto.

Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Máquinas Agrícolas Jacto Sa - Cooperação.

 

2009- Adubação em doses variadas em citros

Resumo: A partir da necessidade de acréscimos na produtividade, a citricultura busca técnicas gerenciais mais consistentes para aumentar a eficiência e a eficácia do processo de gerenciamento e administração da produção. A agricultura de precisão (AP) é um sistema de gerenciamento agrícola que visa à otimização do lucro, sustentabilidade e proteção do ambiente baseado na variação espacial de propriedades do solo e da cultura. Estudos sobre a variabilidade da produtividade do citros e a economia de insumos levantada por alguns autores, fortalece o conceito de agricultura de precisão para o gerenciamento localizado do pomar e torna evidente a importância do desenvolvimento e execução de pesquisas para o aprimoramento das práticas utilizadas nesta cultura. Os objetivos sao: 1. analisar a variabilidade espacial de macro nutrientes ao longo de três ciclos; 2. mapear a produtividade das áreas experimentais; 3. Efetuar a aplicação de calcário, fósforo e potássio em doses variadas a partir de análises de solo e mapas de produtividade, considerando a extração proporcional de nutrientes; 4. comparar os efeitos do manejo proposto com o sistema tradicionalmente utilizado.

Financiador(es): Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - Auxílio financeiro.

 

2009- Uso do N-Sensor em cana-de-açúcar

Resumo: O projeto visa estudar o uso do sensor ativo N-SensorTM ALS da empresa Yara- Fertilizantes e verificar se é exeqüível na cultura da cana-de-açúcar através da investigação da variação espacial da nutrição nitrogenada existente em canaviais comerciais, assim como esta se comporta durante o desenvolvimento da cultura e como a variação pode ser detectada da melhor forma pelo sensor; estabelecer relação entre as medições feitas pelo N-Sensor e a real absorção de nitrogênio pela cana-de-açúcar como base para a aplicação de nitrogênio em taxa variável, ou seja, diferentes doses do fertilizante em uma mesma aplicação num mesmo talhão da cultura, visando à aplicação exata da quantia utilizável pela planta evitando desperdício do insumo e contaminação ambiental; demonstrar através de ensaios a aplicação em taxa variável de fertilizante nitrogenado diretamente sobre as linhas de plantio da cultura.

Financiador(es): Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz - Auxílio financeiro.

 

2008/2010- Variabilidade espacial e temporal da qualidade e da produtividade da cana-de-açúcar destinada à colheita mecanizada

Resumo: A oscilação dos preços do açúcar e do álcool no mercado e o aumento dos custos de produção da cana fazem com que os produtores busquem processos mais eficientes para a otimização dos custos. Diante a esses fatos, a utilização de técnicas de agricultura de precisão torna-se viável para o manejo racional dos insumos, porém isso exige informações precisas sobre atributos da cultura e do ambiente, com o intuito de produzir uma matéria-prima com qualidade e produtividade satisfatórias, fatores decisivos na remuneração da cultura. Para torna-se mais competitivo, o setor ampliou o uso de colheita mecanizada, porém as interações entre a colhedora e a cana podem ocasionar em redução da qualidade da matéria-prima colhida e na produtividade dos próximos cortes. Tendo em vista estes fatores, a proposta deste trabalho é de avaliar a variabilidade espacial e temporal de atributos determinantes na qualidade e na produtividade da cana destinada à colheita mecanizada. Para isso, serão analisadas duas áreas de 20 ha (A1 e A2). A A1 será instalada em cana-planta de 18 meses e acompanhada a partir do preparo do solo até a colheita do primeiro corte e a A2 será instalada após a colheita do primeiro corte e acompanhada até a colheita do terceiro corte. Serão analisados os atributos físicos e químicos do solo, estado nutricional das plantas, falhas de plantio, incidência de plantas daninhas e de pragas, arranquio de soqueiras na colheita, produtividade e qualidade tecnológica da cana em pré e pós colheita. Uma parte dos atributos será coletada em área total, e outra em amostragem em grade georreferenciada de 50 x 50 cm e em algumas regiões a grade será adensada para 25 x 25 m. As análises dos dados serão por meio de estatística descritiva, geoestatística e correlações e espera-se com esses resultados verificar se a variabilidade espacial e temporal dos fatores determinantes na remuneração da cana (qualidade e produtividade) está relacionada com os atributos propostos para análise.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

 

2008- GNSS: investigações e aplicações no posicionamento geodésico, em estudos relacionados com a atmosfera e na agricultura de precisão

Resumo: Esse projeto tem como tema central o GNSS. Como se trata de uma tecnologia multidisciplinar, o domínio pleno da mesma pode ser facilitado mediante o desenvolvimento de projeto que integre especialistas envolvidos nessas várias disciplinas. Esse projeto envolve os pesquisadores que atuam na Geodésia, objetivando desenvolver algoritmos e metodologias para várias aplicações, entre elas aquelas factíveis de serem aplicadas na Agricultura de Precisão, Cartografia e Cadastro, Meteorologia e Monitoramento do Nível Médio dos Mares. Para tanto, uma rede de estações GNSS deverá ser implantada, a qual propiciará a infra-estrutura necessária ao projeto, além de abrir perspectivas de uso e investigações em outras áreas do conhecimento, uma vez que os dados serão disponibilizados ao público. Como um produto das estimativas de alta precisão advindas da Geodésia, ter-se-á o atraso zenital troposférico, o qual, quando integrado com medidas de superfície de temperatura e pressão, juntamente com um modelo de temperatura média, proporciona o vapor d água integrado (IWV), que pode ser assimilado em modelos de previsão numérica de tempo (PNT), contribuindo com as previsões meteorológicas. De posse de modelos de PNT eficientes em modelar a atmosfera terrestre, a Meteorologia pode retornar para a Geodésia, valores preditos do atraso troposférico, contribuindo com as aplicações do GNSS na Geodésia em tempo real, incluindo a Navegação, estando aí incluído o controle de tráfego aéreo e terrestre. O GNSS tem seus sinais afetados pelo comportamento da ionosfera, o que é um problema, mas tornou-se um importante instrumento de estudos ionosféricos. Com uma rede de estações GNSS de dupla freqüência, modelos para descrever o seu comportamento são factíveis de serem desenvolvidos, permitindo então gerar um campo dos efeitos da ionosfera, podendo aplicá-lo em outros locais da rede. Um outro elemento essencial para o máximo benefício dos usuários GNSS é o modelo geoidal, que deve apresentar acur. 

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

 

2007/2009- Auxílio à decisão para adubação nitrogenada com o uso de sensores ópticos ativos em cana, algodão, milho e trigo

Resumo: As culturas em geral respondem fortemente aos teores de nitrogênio disponíveis no solo. A cana-de-açúcar, tradicionalmente submetida à queima das folhas para facilitar a colheita, tem um comportamento relativamente conhecido com relação à adubação nitrogenada. No entanto a sua colheita mecanizada e sem queima altera sensivelmente esse comportamento. No cultivo do algodão a disponibilidade de N no solo interfere na quantidade e na qualidade das fibras produzidas. A eficiência no uso do nitrogênio pelos cereais está em torno de 33%, sendo que o restante resulta em perdas que afetam o ambiente e o agricultor. O teor de proteínas no trigo é significativamente influenciado pela adubação nitrogenada. Os sensores utilizados pelo sensoriamento remoto são dispositivos capazes de detectar a radiação eletromagnética em determinada faixa do espectro eletromagnético e gerar informações que possam, dentre outros, estimar a quantidade de nitrogênio nas culturas, pois a refletância espectral é inversamente correlacionada com a quantidade de nitrogênio nas plantas. O projeto visa estudar o comportamento e o potencial do uso de sensores ópticos ativos comerciais aplicados nas culturas de cana-de-açúcar, algodão, trigo e milho sob diferentes doses de nitrogênio. Devido ao crescente número de trabalhos nesta linha de pesquisa fora do país, a proposta é avaliar o mesmo processo em condições brasileiras, com culturas e variedades aqui adaptadas ou desenvolvidas e largamente exploradas, e assim estimar o seu conteúdo de nitrogênio, avançando na obtenção de parâmetros para um manejo adequado dos fertilizantes nitrogenados. Para tanto são propostos vários experimentos a serem implementados com o auxílio de diferentes parceiros e deverão girar em torno da análise da resposta desses sensores ativos a doses de adubação nitrogenada em parcelas experimentais. Espera-se obter a correlação entre as diferentes doses de nitrogênio aplicadas no plantio e a refletância espectral da cana-de-açúcar.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

 

2003/2005- Variabilidade espacial do teor de água medido com TDR e sua influência na condutividade elétrica do solo

Resumo: O objetivo do trabalho foi monitorar espacialmente o teor de água e modelar sua influência na condutividade elétrica do solo, dando continuidade a estudos de monitoramento da condutividade elétrica do solo, utilizando um sensor de condutividade elétrica por contato. Foi realizado em duas áreas experimentais por dois anos consecutivos. Em função das restrições impostas relacionadas à importação de equipamentos à época em que o projeto foi submetido, não foi possivel a importação do equipamento de TDR e o monitoramento da umidade do solo foi feito de forma convencional. Foram realizadas análises estatísticas clássicas, análises exploratórias dos dados e análises geoestatísticas, gerando parâmetros para a obtenção de mapas interpolados das variáveis condutividade elétrica, teor de água e argila, estimando, através da krigagem, valores dessas variáveis em locais não amostrados e também possibilitando análises de regressões polinomiais entre as variáveis. Por meio das regressões foi possível observar que no solo grande parte da variação do teor de água pode ser explicada pela variação do teor de argila. Em uma das áreas, onde as amplitudes dos teores de argila são maiores, a variabilidade espacial da condutividade elétrica mostrou ser dependente do teor de água e conseqüentemente do teor de argila. Em outra área o teor de água não apresentou influência na variabilidade espacial da condutividade elétrica em função da baixa amplitude do teor de argila do solo.. 

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

 

2003/2005- Estudos de compactação em semeadura direta pela análise espacial do índice de cone e sua relação com umidade, densidade, textura e produtividade das culturas

Resumo: Investigou-se, em sistemas de semeadura direta nas regiões do Vale do Paranapanema (SP) e dos Campos Gerais (PR), a ocorrência e distribuição vertical e horizontal da compactação bem como a influência do teor de água do solo na sua resistência à penetração medida através do IC. O monitoramento foi feito de forma espacilizada, com dados amostrados e georreferenciados que permitiram interpolação para análise de relações causa e efeito. Outros fatores também foram monitorados e analisados, como o teor de argila, teor de silte, densidade, espaço poroso e teor de matéria orgânica do solo. Constatou-se a ocorrência de compactação superficial do solo sob semeadura direta nas áreas de estudo, que se manteve na profundidade de 0,10 a 0,20. A evidência da relação entre o teor de água do solo e o IC por meio de mapas interpolados nem sempre é possível, principalmente em situações em que o solo apresenta-se com elevado teor de água. O teor de argila deve ser considerado em estudos sobre a resistência a penetração do solo em sistemas sob semeadura direta, uma vez que este atua disciplinando o teor de água, o qual tem bastante potencial em diminuir a resistência à penetração do solo, medida com o penetrômetro. A análise entre indicadores diretos e indiretos, causas e efeitos, tais como IC, umidade, densidade, espaço poroso, teores de argila, silte, matéria orgânica e outros é possível através da utilização de mapas interpolados destes atributos. Há necessidade de outros estudos adicionais em relação à influência espacial do teor de argila e silte no que se refere à formação de compostos argilominerais e à diminuição do potencial de compactação dos solos com maiores teores destas frações minerais em sistemas sob semeadura direta.. 
 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

 

2002/2005-Utilização de características da condutividade elétrica do solo como indicador de variabilidade espacial em agricultura de precisão

Resumo: Buscou-se aproveitar a disponibilidade de mapas de produtividade e de características químicas e físicas do solo em vários talhões distribuídos entre os Campos Gerais do Paraná e do Vale do Paranapanema em São Paulo, visando à análise para a determinação da viabilidade técnica da utilização desse tipo de recurso e de informação. Ao mesmo tempo, foram implementados trabalhos de investigação relacionada à nacionalização da tecnologia de mensuração da condutividade elétrica do solo. Observou-se que a definição de unidades de gerenciamento do solo diferenciadas dentro de uma área é uma tarefa difícil, dependendo da interação de inúmeras características do mesmo e da resposta fisiológica das plantas cultivadas frente a esse complexo sistema. A maneira pela qual essa definição foi realizada em uma das áreas, utilizando a CE e demais variáveis físico-químicas do solo, e utilizando da geoestatística, da análise de componentes principais e da lógica fuzzy para tratar esses dados, comprovou-se ser um procedimento viável, conseguindo delimitar regiões homogêneas e distintas entre elas quanto aos atributos do solo utilizados. A relação da CE rasa e profunda com o conteúdo de argila (r=0,75 e 0,66 respectivamente) indicou a viabilidade dessa informação na delimitação das unidades de gerenciamento do solo, visto que aquele é o principal fator que controla a variabilidade espacial dos demais indicadores da fertilidade do solo. Com relação ao trabalho que visou a geração de um circuito que proporcione a mensuração da CE, foram desenvolvidos diferentes princípios e nos testes iniciais observa-se que os resultados não foram como esperados em termos de reprodutividade do sinal de condutividade elétrica do sensor Veris 3100, utilizado como referência. Assumindo que este está detectando características do complexo solo e que estas características são associadas aos fatores mais prováveis como textura e umidade do solo, os circuitos ainda deverão sofrer evoluções.. 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

 

2000/2004-Estudo de viabilidade técnica-econômica para implantação da agricultura de precisão na cultura da soja sob rotação de culturas em plantio direto na região de Campos Gerais - Paraná

Resumo: O projeto teve como objetivo estudar a viabilidade técnica-econômica para a implantação da agricultura de precisão na cultura de soja sob rotação de culturas em plantio direto na região de Campos Gerais (PR). Organizou-se três bases de dados distribuídas. A primeira tratou dos dados de solos e foi implementada na Embrapa Solos. A segunda tratou dos dados climáticos e agrometeorologicos e foi desenvolvida no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR). A terceira base tratoua dos dados socioeconômicos e foi implementada no CIAGRI/USP. Para estruturar essas bases, i) foram realizados levantamentos de solos na região de Campos Gerais, ii) foi implementada uma rede de monitoramento agrometeorológico em parceria com a Fundação ABC e os produtores rurais da região, iii) e coletados dados agrosocioeconômicos desses produtores. Paralelo ao desenvolvimento desses trabalhos buscou-se a elaboração de uma base cartográfica que subsidiasse a espacialização dos temas em ambiente de Sistema de Informações Geográficas (SIG).. 

Financiador(es): Prodetab Embrapa - Auxílio financeiro.

 

1999/2009-Agricultura de precisão em lavoura cafeeira

Resumo: O projeto contempla várias ações relacionadas à aplicação dos conceitos de agricultura de precisão na cultura do café sob colheita mecanizada. Teve início com o desenvolvimento de um protótipo de monitor de colheita para a colhedora de café Jacto K3 e com o monitoramento da variabilidade em uma lavoura de café no município de Galia (SP). Desde então várias ações tem sido implementadas com experimentos de adubação em taxa variada e de análise de dados de mapas de produtividade. O projeto foi ampliado para ações em Coromandel (MG) justamente para testar os achados iniciais em outras condições geográficas.. 

Financiador(es): Máquinas Agrícolas Jacto Sa - Auxílio financeiro.

 

1998/2004-Agricultura de precisão - implantação e monitoramento de áreas piloto

Resumo: Levantou-se uma série de dados consistentes relacionados à variabilidade espacial e temporal de parâmetros e produtividade de três lavouras de grãos, conduzidas sob o sistema de semeadura direta, localizadas em Campos Novos Paulista e Pirassununga (SP) e em Castro (PR), representando diferentes sistemas de produção. Foram conduzidos vários estudos visando estabelecer possíveis correlações entre causas e efeitos para estabelecer formas de intervenção localizada na aplicação de insumos e práticas culturais. Estabeleceram-se respostas a questionamentos freqüentes do nosso meio, porém é importante ressaltar que muitas questões devem merecer estudo continuado e intenso, pois não são facilmente resolvidas. Os dados, até então inexistente no Brasil, têm servido e continuarão servindo a várias análises com ferramentas inovadoras a exemplo da mineração de dados, bem como ao cruzamento com outras fontes de informação como é o caso de imagens de satélite. Algumas dessas atividades ainda continuam em andamento com diferentes parceiros. As áreas têm servido como laboratórios para a adaptação e experimentação de novas tecnologias que estão surgindo, no monitoramento da variabilidade espacial e temporal e aplicação localizada de insumos. Estudaram-se profundamente várias das ferramentas necessárias e disponíveis no mercado como monitores, receptores de GPS e DGPS, diferentes sinais diferenciais, programas de navegação, computadores portáteis e de mão, Sistemas de Informação Geográfica, máquinas para aplicação em taxa variada, programas de análise de dados e outros. Disponibilizaram-se áreas para visitação e demonstração para treinamentos e divulgações em agricultura de em agricultura de precisão a agricultores e profissionais do ramo. O projeto subsidiou a oferta de uma disciplina optativa para a graduação no Departamento de Engenharia Rural da USP/ESALQ, enfocando as tecnologias relacionadas à agricultura de precisão, bem como outra disciplina para a pós-graduação.. 

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

 

1998/2003- Implantação e monitoramento de área piloto de agricultura de precisão

Resumo: Foi viabilizada a coleta de uma série histórica de dados consistentes relacionados à variabilidade espacial e temporal de parâmetros de produção e produtividade em uma fazenda em Campos Novos Paulista (SP). Foram conduzidos vários estudos visando estabelecer possíveis correlações entre causas e efeitos para estabelecer formas de intervenção localizada na aplicação de insumos e práticas culturais. Foi disponibilizado um conjunto consistente de dados, para a análise da variabilidade espacial e temporal dos fatores de produção e de manejo localizado de lavouras. Tais dados têm servido e continuarão servindo a várias análises. Projetos menores estão sendo derivados deste em função da disponibilidade dos dados. As áreas têm servido como laboratórios para a adaptação e experimentação de novas tecnologias que estão surgindo, no monitoramento da variabilidade espacial e temporal e aplicação localizada de insumos. Estudaram-se profundamente várias das ferramentas necessárias e disponíveis no mercado como monitores, receptores de GPS e DGPS, diferentes sinais diferenciais, programas de navegação, computadores portáteis e de mão, Sistemas de Informação Geográfica, programas de análise de dados e outros.. 

Financiador(es): Case New Holland - Auxílio financeiro.

 

1998/2000-Melhorias tecnológicas em semeadoras manuais utilizadas em pequenas propriedades agrícolas brasileiras

Resumo: O projeto deu embasamento para uma investigação quanto ao estado da arte em semeadoras manuais existentes no mercado. Foi feita uma busca e coleta de materiais que foram ensaiados e seus desempenhso foram caracterizados. Desenvolveu-se uma metodologia e conhecimento sobre um segmento pouco atendido pela pesquisa.. 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

 

1997/2001-Adequação da técnica de semeadura direta em covas para as condições da agricultura paulista e automatização da variação de populações com uma semeadora de covas

Resumo: O projeto propunha a avaliação da técnica denominada de semeadura direta em covas em condições locais, tendo em vista que pessoalmente tínhamos tido a oportunidade de realizar trabalho semelhante, porém no exterior. Na oportunidade havíamos desenvolvido o protótipo de uma semeadora que propunha a semeadura direta utilizando o principio da inserção das sementes individualmente em covas abertas por ponteiras fixas, ou seja, sem movimento relativo ou mecanismos de abertura e fechamento. Essa era a primeira oportunidade em que se buscava aplicar o conceito à semeadura direta, em solo com palhada e não movimentado, com rodas de diferentes diâmetros e mesmo número de ponteiras, tentando aplicar a idéia à necessidade de se viabilizar espaçamentos variados entre sementes. Como os resultados foram promissores, trouxemos o protótipo para o Brasil e, ao longo desse projeto aquele protótipo, com algumas modificações, foi submetido a ensaios em diferentes locais do estado de São Paulo. Buscava-se com isso verificar se haveria algo que impedisse a utilização de semeadura em covas em condições locais. Graças a um intercâmbio com uma empresa da área foram disponibilizados outros dois protótipos de máquinas semelhantes, originárias da Alemanha e que haviam sido desenvolvidas pelos dois pesquisadores que foram nossa maior fonte de inspiração. Os três protótipos foram exaustivamente ensaiados, tanto em bancada quanto em campo. Na etapa seguinte desenvolvemos uma solução que permite a variação de espaçamentos entre covas de forma automatizada. Ao mesmo tempo construímos um mecanismo dosador mais apropriado ao conceito da máquina. Os mecanismos dosadores pneumáticos existentes no mercado são de disco vertical, o que implica em lançamento das sementes lateralmente e isso dificulta a sincronia entre o dosador e a roda de pontas e essa é a maior dificuldade de ajuste nesse conceito de semeadora. Ao final do projeto o protótipo está completamente montado e operacional em campo.. 

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.